24 fevereiro 2013

TÔ VOLTANDO!!!

O  facebook engoliu os blogs, né não minha gente?

Esse ano pretendo desempoeirar o rascunho... vamos ver. Por agora vim contar como eu gastei meu carnaval. 

Olha, essa coisa de "faça vc mesmo" é pros fortes, viu?

Enton que que tinha um canto inútil no quarto.
Dai que achei que podia fazer um mini closet ali.
Dai que imaginei que ia ficar bem legal cobrir a área com papel de parede.
Dai que resolvi usar jornal no lugar do papel de parede.
Dai que gastei o feriado no projeto e vim aqui registrar o que os tutoriais omitem!

Pra começar, manda a verdade que se diga que descobri tarde demais que a bandejinha que comprei pra misturar a cola é maior do que o apoio da escada onde pretendia coloca-la (poderia jurar que bandejas p/ tinta nasceram pra habitar aquele lugar da escada!). Xinguei bastante até me ocorrer o óbvio: encaixar o rolinho num cabo de vassoura! Foi o melhor que deu pra fazer, mas o recorte entre o teto e a parede precisa ser com pincel.

Minhas constatações:

- escadas domésticas enganam. Pra quem tem medinho de altura o último degrau é alto! Eu tenho e pensei várias vezes em terceirizar o serviço. 

- a cola vai escorrer. A gente até sabe que não pode apertar o rolinho mas saber não basta, colega. Trate de proteger as paredes vizinhas e o chão.(eu usei fita crepe) Se escorrer na parede, passe o rolinho na hora pq senão vai marcar o papel quando vc chegar naquele pedaço.

- o papel vai enrugar. Não interessa se vc já pegou amizade com o processo; não interessa se passou a espátula e tirou todo o ar; não interessa se não tinha nenhuma ruga quando terminou a colagem... quando passar a 2ª demão de cola vai enrugar pelo menos um pedacinho!

Conforme-se. Conforme-se e tente não praguejar pq o papel escuta e se vinga agarrando para todo o sempre na parede de modo que se deixar do jeito que está fica feio e se tentar arrumar fica pior. (Estou aplicando às rugas a mesma lógica dos tapetes persas: se tiver erros no bordado, é mais caro pq é uma evidência que o trabalho é realmente manual hohoho)

- Quanto mais cola passar na parede mais chance terá de salvar um pedaço enrugado. Por outro lado, papel mais úmido = papel mais frágil. Puxe pouco e com carinho pra não rasgar. Cuidado² com a espátula!!!

- as folhas de jornais não são do mesmo tamanho. Na minha ingenuidade eu tinha pensado em aproveitar as margens pra alinhar. Só que até as margens são diferentes! Se eu soubesse disso antes, tinha guilhotinado tudo e deixado só letras!

Mas ó, fora os detalhes que se descobrem na hora, difícil não é. Mas dá um trabalho do cão.


2 comentários:

Jana disse...

tomando coragem aqui guria... me consola que a minha parede é menor que a sua rsrsrs

beijos

Gabriel Araujo disse...

êê! saudades do humor cítrico (e as vezes critico) em posts bem elaborados! ficou muito boa a colagem e dou testemunho porque vi de perto