11 dezembro 2010

CLARA DEL VALLE ARMADINEJAD PIMENTEL

Ninguém mais aguenta falar de Morro do Alemão, né? Eu sou assim mesmo, sempre an retard...

Mais uma vez o inferno inteiro vai babar de orgulho de mim, mas eu acho que naquele dia a polícia devia ter atirado na mulambada! Pronto, falei.

Tá armado pq? Tá correndo pq? Fogo neles! DIREITOS HUMANOS SÃO OS NOSSOS!

Eu reconheço que os bandidinhos que ainda estavam lá na hora "da invasão" não são os piores, mas vem cá, ia dar pra prender todo mundo? Se desse, com o sistema penitenciário vigente, é possível recuperar alguém? Reconheço também que enquanto a polícia continuar facilitando a vida de traficantes e fingindo que milicianos não existem, esse povo não tem muita escolha...

Mas eu queria falar mesmo é dessa coisa de "tropa de elite em 3D": onde estavam esses blindados que não entraram em cena antes? (Sabemos que num país que viveu anos de chumbo pega muito mal sugerir que militares policiem civis, mas enfim, a pergunta continua não querendo calar...) Pq da noite para o dia a polícia do RJ ficou bem aparelhada e competente? Pq o disk denúncia bombou daquele jeito? Se todos - polícias, governo, comunidade, imprensa - sempre estiveram no mesmo lugar, pq só agora resolveram agir em conjunto?

Nem estou aqui desmerecendo o trabalho deles, não. Apesar da pilhagem, abusos e propinas, a polícia agiu e isso já é alguma coisa. Mas gentem, quantos morros existem no RJ? E quando passar a copa e as olimpíadas, vai voltar ao mesmo caos de sempre? Aliás, de sempre não, com mais um rombo orçamentário para cobrir.


Não precisa ser capitão do BOPE pra saber que bandido só é muito macho e perigoso quando está dando ordens pelo celular. Desarmado é como qualquer mortal: vai correr enquanto tiver pernas! Parece meio óbvio que enquanto for fácil conseguir armamento pesado, não vai ter UPP que dê conta. E enquanto o comércio de drogas for lucrativo, não há motivos pra essa gente querer outra vida.

Pacificação de favelas é um projeto de longuíssimo prazo e demanda várias frentes de atuação: educação, inclusão sócio-cultural, reestruturação familiar... não se resolve num só mandato. Talvez nem em 10.

3 comentários:

Carol disse...

E, pelo visto, no Brasil, nem em 30 ou em 40 mandatos...
As negociações entre governo-polícia-bandido estão cada vez mais claras. é um sistema corrupto, como a maioria dos sistemas do nosso país, onde um faz pelo outro e só 'aperta' - como agora - quando algum dos lados ''quebra o contrato''. No fim das contas, não muda muita coisa, não. :*

Gabriel Araujo disse...

Esse lance dos direitos humanos ficou meio entalado quando conversava com uma amiga advogada que me disse que se a polícia (que já estava em posição, entocada, pois havia conseguido subir com os blindados) atirasse naquela hora em que vimos mais de 200 subindo a mata acima da Vila Cruzeiro os "Direitos Humanos" iam cair em cima, pois policial não pode atirar primeiro. Tem que ser em legítima defesa. E mais, me disse que provavelmente os bandidos sabiam disso pois eles mesmos não atiraram... Absurdo!

Jana disse...

O que ferrou foi a Globo, se não tivesse la filmando podia atirar em todos os manés!

Beijos